Brigar realmente vale a pena?




Xingamentos, palavras feias e as vezes até quebrar coisas são cenários comuns entre alguns casais em relacionamentos de longa ou curta data. Muita gente odeia, mas simplesmente não consegue deixar passar nada e acaba começando uma briga. Mas você já parou para pensar que brigar pode não valer mesmo a pena? Sua relação não seria melhor sem brigas?

brigas no relacionamento

Os prós das brigas para algumas pessoas

Há sempre os defensores de uma boa briga. As discussões de certa forma tem seu mérito: na raiva, todo mundo diz a verdade, ‘doa a quem doer’. E se algo estava sendo escondido até o momento, não vai ser deixado passar dali em diante. Mesmo não conseguindo compreender muita coisa, as partes ofendidas gravam os seus defeitos, a forma como desagradam ao companheiro e tiram uma lição. Mas os benefícios de uma briga ficam por ai.

Os contras das brigas de casal: cansaço, estresse, lágrimas e por ai vai

Uma briguinha ou outra ao longo dos meses de relacionamento todo mundo tem. Brigamos com irmãos, amigos, colegas e todo mundo ao redor apenas porque discordamos da opinião ou simplesmente algo não ‘desceu bem’. Mas daí brigar com todo dia e partir para uma batalha épica eterna, não faz bem a nenhum tipo de relacionamento.

Brigas trazem lágrimas, tristeza e mágoa. Um relacionamento em constantes jogos de verdade, de xingamentos e palavras duras cansam. Você começa a duvidar se o que ele ou ela diz na briga é mais verdade do que houve quando o outro está feliz. Na briga, dizemos que não queremos nunca mais ver o outro do lado e odiamos tudo o que ele faz. Mas depois que a raiva passa, a dúvida fica.

Confusões e conflitos aumentam o nível de estresse, causam queda de cabelo e não resolvem nada. Imagine os líderes mundiais gritando, xingando e quebrando tudo em uma mesa redonda para definir sobre armas nucleares. Você acha que chegariam a alguma decisão? A resposta todos sabemos: não. De cabeça quente e no calor do momento, nada de produtivo sai.

brigas no relacionamento

Dá para não brigar?

Dá sim! Faça um teste. Está irritado? Deite e vá descansar ou saia com um amigo. Quando voltar, se o assunto for realmente válido ainda para uma boa briga, você pode continuar a conversa. Se não for, melhor esquecer. Na maior parte das vezes, não vale a pena e a raiva já passou. 

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!
Revenda Roupas

Deixe um comentário