Casamento entre Pessoas com Síndrome de Down




O casamento entre pessoas com síndrome de Down é mais difícil de acontecer, porque até bem pouco tempo as pessoas com a síndrome tinham expectativa de vida menor e viviam em isolamento. No ano de 1983 a expectativa de vida das pessoas com Down era de no máximo vinte cinco anos, mas atualmente pode passar dos sessenta anos.

O casamento é um passo muito importante na vida das pessoas com Down

Casais com Down podem ter filhos?

Essa é uma questão que deve ser discutida caso a caso, principalmente com os responsáveis envolvidos com ambos. Nesses casos a sexualidade deve ser explorada de maneira lógica, racional e rotineira, é importante saber abordar o assunto da maneira correta e se for necessário usar exemplos da botânica e do mundo animal para que eles possam compreender de forma natural.

Ter filhos é uma opção de cada casal conforme o caso.

Inclusão na sociedade

A inclusão das pessoas com Down na sociedade vem se tornando cada dia mais frequente, alguns conseguem trabalhar em empresas e desenvolver suas funções tão bem quanto os funcionários normais. Eles desenvolvem vida social ativa frequentando baladas, flertando e até mesmo casando-se com capacidades normais de sustentar mulher e talvez filhos, dependendo de cada caso.

O dia a dia é igual ao de todos os casais que trabalham e vivem em sociedade.

A vida em comum

Quando pessoas com Down de unem eles tem uma vida em comum, dividem caricias, e tornam as tarefas rotineiras um ato de amor. A união deles é estável e são pessoas capazes como qualquer outra de exercer as funções rotineiras domésticas. Hoje em dia é possível ver casais com uma vida em comum, um excelente exemplo é o Documentário Mônica & David que explora o casamento de duas pessoas adultas com síndrome de Down. Problemas e dificuldades rotineiras acontecem com frequência na vida do casal o que os torna vulneráveis, por isso é importante estarem preparados para enfrentar todo tipo de problema inclusive o preconceito.

A sociedade ainda esta engatinhando com relação a esse assunto, pois é preciso acabar primeiro com o preconceito para depois aceitar com dignidade a inclusão na sociedade dos casais com síndrome de Down.

 

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!
Revenda Roupas

5 Comentários

  1. thiago says:

    Tenho down procuro do meu jeito não sou aquele cara que não tenho muito só aparência ter mais não tenho aqueles eu procuro sim alguém do meu jeito.

  2. Boa Tarde
    Sou pai de um meninão, Euller de 20 anos, Down Mosaico, gostaria de uma orientação. recentemente ele esta com uma ideia fixa de namoro.
    Ele não tem amizades e nem contato com pessoas Down.

    At. Charles

  3. Liene says:

    Olá! Gostaria de solicitar permissão para utilizar essa matéria como referência em um trabalho.
    Se for permitido, quem escreveu a matéria?

    • Equipe says:

      Olá Liene, pode usar sim a matéria como referência.Vamos verificar a autoria em nossa redação e te enviamos mais informações, pois temos uma equipe de redatores. Favor deixar dados para comunicação posterior.

Deixe um comentário