Casar no Papel ou Apenas Morar Junto?




Hoje a pergunta do título deste post é um dos assuntos mais comentados entre os relacionamentos. Virou moda(é fato!) morar junto, uma forma de curtir o amado ou amada sempre sem tanto compromisso. Você vai acordar todos os dias com o outro do lado, dividir escovas de dente no mesmo pote, dormir de conchinha e gastar menos com uma festa. Mas será que nada muda mesmo entre um casamento e apenas morar junto?

Casar no Papel ou Apenas Morar Junto

Casamento é um pouco de tradicionalismo

Existe um dito popular que diz que “está bem casado quem bem vive”. Para o morar junto ou casar este dito se aplica bem. Hoje o casamento em si é quem mora muito bem junto e os casais se tratam como marido e mulher mesmo sem jamais ter assinado um papel como companheiro.

O que acontece é que muitas pessoas correm de tudo o que envolve um casamento mas querem viver como marido e mulher. Correm da festa, dos gastos com tribunal e também do compromisso de estar casado diante da lei. Para separar é bem mais barato estando apenas unidos por uma cama em comum que por um juiz.

Casar no Papel ou Apenas Morar Junto

Vantagens do casamento

Existem vantagens em um casamento que quem mora junto não possui. Para empresas públicas e privadas é apenas companheiro quem possui uma certidão de casamento, e isso um plano de saúde para a esposa, dias de folga em caso de lua de mel, dentre outros. Em caso de problemas médicos a esposa é quem pode tomar decisões importantes porque ela é a parente mais próxima, acima dos pais. Quem mora junto não possui esses direitos.

Conta bastante o fato que a sociedade tende a aceitar melhor ainda o casamento. Pode ser que seja apenas em parte e  apenas na sociedade atual tal cenário, mas é fato que há uma maior aceitação dos amigos e familiares de quem casa em cartório de que apena vive sob o mesmo teto.

Casar no Papel ou Apenas Morar Junto

Quem mora junto também tem seus direitos

Quem mora junto tem algumas vantagens como não gastar com festinha e não ter que dividir os bens. O companheiro com mais de dois anos sob o mesmo teto também possui direitos sobre pensão e herança diante de um juiz e bens adquiridos durante a relação.

Ele também vive sob a mesma casa, divide tristezas e alegrias e pode ter filhos como qualquer outro casal. No fundo fica apenas a escolha baseada no sentimentalismo e preferência do casal.

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!

Revenda Roupas

2 Comentários

  1. jucara says:

    vivemos juntos a 18 anos e agora vamos nos casar em parcial de bens como fica o que adquirimos anteriormente por exemplo :ele tem o terreno só no nome dele, mas eu ajudei a construir a casa e tudo que construimos juntos como fica antes do casamento ??

    • Equipe says:

      Oi Jucara, o que foi comprado antes do casamento entraria na separação se vocês já vivem há anos e queiram declarar os bens. Se não, pode começar da união em diante.

Deixe um comentário