Devo mudar minha personalidade só para agradar ao marido?




Tentar agradar o marido, namorado ou ficante é mais que normal. Todo mundo deve agradar ao outro e também ser agrado. Mas será que há um limite para isso? Muitas pessoas pensam que mudar completamente é uma forma de ver o outro feliz, deixando de curtir coisas que sempre gostou para tentar agradar ao outro. Se você já fez isso alguma vez na sua vida, já pensou a sua posição diante do relacionamento?

mudar a personalidade pelo marido

Avalie se você precisa de uma mudança mesmo

Mudar para agradar alguém as vezes se faz necessário. Se você esta precisando de uma mudança de comportamento, por quê não? Muitos hábitos de solteiros devem mesmo ficar para trás. Paquerar, mesmo sem maldade, pode ferir o companheiro. Usar roupas que chamam bastante a atenção e provocam homens na rua com seu marido ao lado também é um hábito que deve ser reavaliado. Iguais a estes há uma lista imensa de pequenas medidas a serem levadas em consideração.

Se seus hábitos de solteira chateiam o companheiro, uma reflexão sobre quais, e se vale a pena, a mudança é importante. Na vida de casado, algumas coisas mudam mesmo e faz parte de uma vida a dois. Não se sinta traída ou manipulada por isso. Do mesmo jeito que você mudou,  ele também irá mudar, para se adaptar um ao outro.

mudança de comportamento

Moldar-se ao outro o fará casar com um espelho

Existe uma diferença entre mudar porque é necessário e a mudança de personalidade para agradar 100% ao sexo oposto. Você deve ter cuidado com este tipo de mudança. Nem o outro quer namorar uma boneca perfeita e nem você pode deixar de ser o que é para se adaptar plenamente ao outro. Afinal, quando vocês se conheceram ele se apaixonou por você, pelo que você é.

Mudanças são boas sim, mas com limite. Mudar para agradar totalmente ao outro, além de ser errado, é uma forma nada agradável de viver, irá chegar ao ponto onde você estará vivendo uma mentira e não suportará esse teatro. O que levará ao término do relacionamento.

Imponha sua personalidade

A mudança deve ser saudável e tida como um projeto para melhoramento pessoal e não para agradar ao outro por inteiro. Faça uma auto avaliação e veja se você precisa mesmo mudar. Se for este mesmo o caso, ceda, mas cobre mudanças do outro também. Imponha sua forma de ser e, se ele não gostar, é porque não te respeita e não merece seu carinho.

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!

Revenda Roupas

Um comentário

  1. Aleticiane says:

    Meu narido não gosta muito de sexo, ou deve ter preguiça de fazer, ou tem problemas. Nos tem relação uma a duas vezes no mês,
    Me dê um conselho que devo fazer?

Deixe um comentário