Existe idade certa para começar namorar?

Quem dos nossos leitores é adolescente com certeza já escutou a frase: “você não tem idade para namorar ainda”. Mas existe idade certa para namorar? Na década 90, nem tão distante assim, o namoro costumava ser permitido para as meninas acima dos 17 anos e para eles quanto mais cedo melhor. Em assuntos do coração, as regras sociais sempre foram mais libertos para os homens, encorajados a perder a virgindade com menos de 13 anos pelos próprios pais quando o Brasil ainda era império.

idade certa para namorar

A faixa etária para começar o namoro considerada ideal vem se tornando bem mais flexível. Você sabia que na década de 20 o namoro só era permitido quando o casamento estava marcado? Os pais acordavam quando o casamento aconteceria e o namoro duraria alguns encontros, já sendo programa a festa de noivado. Se você acha que sua vida é dura hoje em dia, imagine para os jovens do começo do século passado?

O namoro começou a ser permitido de forma livre entre os adolescentes na década de 90, e ainda com ressalvas. Hoje encontramos jovens com 11 e 12 anos com namoro firme, troca de presente e beijo na boca, e isso preocupa os pais e os colegas que ainda não tem namorado. Infelizmente para os pais preocupados com os frutos de um possível namoro antes do tempo ideal, namorar com 15 anos é mais que normal atualmente.

E quando é a idade certa para começar a namorar?

Os especialistas comentam sobre o assunto de forma mais prática e sem taxação social: a idade certa para namorar seria quando o casal tem maturidade suficiente para entender o que uma relação amorosa envolve em seus pormenores mais íntimos. Seria uma relação direta com a maturidade, compreensão do certo e errado e consequências dos atos, o que não dá para mensurar em números.

Algumas meninas com 13 anos são mais maduras que as de 17 e os meninos com 18 podem ser tão bobões quanto os de 12 anos. O importante é orientação, conselhos dos pais diante da gravidez e o foco nos assuntos importantes, como estudos e carreiras sem se sobrepor ao namoro.

Deixe um comentário