Meu marido ainda obedece à mãe, o que fazer?

Sabemos o quanto uma sogra pode atrapalhar uma relação, porem o problema maior se encontra quando o marido em questão ainda obedece a mãe e deixa que a ultima palavra ainda seja dela. Realmente a relação entre marido e mulher se torna um inferno, onde as decisões e problemas deveriam ser resolvidos entre dois, a intromissão de uma terceira pessoa ainda mais a sogra pode trazer muitos problemas. Em alguns casos é tão grave que pode chegar ao fim da relação, mas o que fazer para evitar o extremo?

Meu marido ainda obedece à mãe, o que fazer?

Como tentar resolver isso?

Se você optou por se casar com um homem que ainda obedece a mãe é porque você estava ciente de que ele é submisso e sem voz ativa. Então se acabou aceitando isso de certa forma é preciso ter cuidado ao querer tomar qualquer decisão muito drástica, pois pode acabar saindo de mal na história. Se a relação nora e sogra já não é muito boa é preciso ganhar a confiança do marido e o conquistar de maneira que o faça pensar duas vezes antes de querer contrariar você. Tenha uma conversa séria, exponha seu lado e exija dele uma atitude de marido perante a relação de vocês.




A falta de cumplicidade do casal pode ser muito problemático

O que fazer quando não á solução?

Em determinados casos realmente não tem solução, o homem é tão apegado à mãe que prefere ficar de mal com a esposa do que ver a mãe contrariada e magoada. Nesses casos realmente não se tem muito o que fazer, pois o homem com esse tipo de atitude se mostra muito imaturo ainda para assumir uma casa e uma família. Se realmente não está dando para conviver com isso e o amor não está suportando mais, chegou a hora de cair fora. Um casal precisa ser cumplice um do outro, precisam entre eles tomar decisões juntos e sempre procurar aceitar a opinião e o gosto um do outro.

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!
Revenda Roupas

9 Comentários

  1. Su says:

    Meu marido não quer mais sair so quando a mãe dele quer ir pra casa dela.Ela ficou viuva a quatro meses não sai mais aqui de casa meu marido nao quer deixar ela sozinha e eu tenho que aguentar ela.Ele so fala grosso comigo grita eu estou aqui como uma empregada.Ele diz que ela sozinha não dá pra deixar pq ela nao come aí eu to aqui ne .Não aguento mais se ele vai pra casa dela ele acha que eu tenho que ficar aq esperando eles.Eu sempre saio quando tenho tempo pra me distrair um pouco pq quando estou em casa não aguento olhar pra cara dela.Ela me trata mal dentro da minha própria casa e na frente dele ela é uma santa .Isso é santa e vive rezando o que eu faço Ja pensei em ir embora mas penso em minha filha que precisa mt de mim.E outra agora ninguém pode ficar doente só ela .Ela é mt fingida perto dele pra chamar a atenção dele.Ela agora acha que ele tem que dar atenção só à ela

  2. Karina says:

    Ai gente … vivo um caso parecido . Meu marido vive pra mãe dele . Nos moramos em cima da casa dela ,ele só sobe aqui pra comer e na hora de dormir . Ela guarda o dinheiro dele ela praticamente manda nele . Sem falar no meu filho q ela sempre cuidou pra mim trabalhar (sempre paguei) . Agora sai do serviço para tentar reculperar a atençao do meu filho pois ela chora toda vez que eu vou buscalo ai ela nao deicha eu pegalo . Nao gosta q eu de bromca nele . Ela quer dominar ater meu filho . Nao sei oq faço poq nao tenho pra onde ir ai tenho q aguentar tudo calada . Pior q meu marido è a favor de tudo q ela faz e eu sempre estou errada . Agora nesse momento estou aqui sozinha com meu filho e ele foi dormir la com a mãmae . Ai nao sei oq fazer .sofro tamto

  3. Raquel says:

    Então, estou casada há 3 anos, namorei com ele á 1 ano apenas… No começo minha sogra parecia gostar de mim, eu sempre conversava com ela e a considerava como “amiga” … Dai minha mãe não estava muito gostando do nosso relacionamento pq todo fds eu ia pra casa dele (da mãe dele) e dormia la. Eu ainda estudava, estava no último ano e realmente meu rendimento escolar caiu bastante depois que me envolvi em um relacionamento, eu estava muito apaixonada haha e queria apenas ficar grudada com ele, já n estaca me esforçando no colégio (sendo q sempre fui uma ótima aluna: Nunca sequer tirei uma nota vermelha), mas como ele trabalhava a semana inteira em outra cidade eu sentia saudades e n queria me dedicar a estudar e fazer trabalhos nos final de semana… Foi ai que ele decidiu arrumar um emprego em nossa cidade mesmo e ainda me chamou para morar com a mãe dele (ela se mostrou que gostou da idéia, disse que teria companhia). Já a minha mãe ne alertou, falou que não era bom, pois a convivência estragava tudo e que com o tempo eu iria conhecer realmente o lado verdadeiro, ainda me disse: “Se você quer casar tudo bem, até prefiro que tenha um compromisso sério doq ficar indo dormir com ele sem ser casada, mas esperem arrumar uma casa pra vcs, pois quem casa quer casa”. E adivinha? Eu n escutei e fui mesmo assim! Nos primeiros meses tudo ok, mas ai eu notei que eu n podia sair, n podia ter amigas nem nada… Descobri que quando eu ia visitar uma amiga (mesmo comunicando meu marido que eu ia) ela chegava pra ele a tarde e fofocava.. Dicerto achava que eu estava enganando ele sei la, eu ficava chateada mas ele dizia que ela sentia ciúmes de mim! Aff né? Mas ok n podia falar nada, foi eu quem estava no lugar errado, estava em baixo do telhado dela. Aiii começa outra parte da história: Ele tem um padrasto que por sinal nunca se deram bem! Ela faz tuuudo, exatamente tudo oq ele quer e depois choramingava pra nós. Até ai ok, quem sou eu p me envolver na vida dela né? Ai um dia cheguei da casa da minha mãe e entrei pela casa dos fundos e o padrasto dele estava falando mal da gente e eu escutei, fiquei quieta porém magoada pois já estava me tocando q n era bem vinda la.. Ai quando o meu marido chegou comentei com ele que queria arrumar um lugar para morarmos, que n estava bem na casa da sogra e ele surtou, não aceitava! Queria ficar de baixo da saia da mãe dele! Ai disse que iria pra casa de minha mãe novamente e ele começou de drama e disse que merecia uma explicação.. Eu já estava de saco cheio e de cabeça quente ai eu contei que ouvi o padrasto dele falando”que ele colocou mulher dentro da casa onde ele vivia com a mãe dele”. Pronto! Meu namorido parecia um vulcão e foi perguntar pra mãe dele.. Só q disse que foi a sobrinha dele que havia contado para ele! E ela falava que era mentira e inventava um monte de coisa para ele n discutir com o macho dela! Ele n estava em casa quando o meu marido estava soltando fumaça pelas orelhas, mas ai depois chegou e ela foi da sinal pra ele sair pq o Leandro estava nervoso e queria brigar e ele viu por acaso ela dando sinal, dai fez um drama e ela começou a esculachar meu marido e defender o macho dela. (só pra deixar claro aqui: Esse cara (padrasto dele) n ajudava com as contas, só trazia o café da tarde, vivia xingando, gritando e esculachando ela, vivia berrando com os sobrinhos do Leandro sendo q nem era nada deles e nem dormir com ela dormia, ela dormia no sofá e o bonitinho na cama dela! Ahh e a casa é dela!). Fiquei de cara pois ela vivia reclamando dele e defendeu o macho ao invés do filho! Tudo bem! Nós estávamos na casa dela sendo que deveríamos estar na nossa mas desnecessário tudo oque ela fez, ele é filho dela! Sempre ajudou em tudo e eu tbm, cozinhava, lavava, passava e enfim … Vi ele chorar pela primeira vez! Partiu meu coração e ne senti culpada, pedi desculpas a ele e abracei ele. Dai resolvi procurar uma casa, sorte que meu tio estava alugando a dele, n comentei com ela e ngm da família dele até pq iam estragar nossos planos (com certeza), ele ficou meio assim mas se jogou comigo. Fomos e ela n gostou.. Queria que dependêssemos dela pra ela esfregar as coisas em nossas caras, mas nem liguei, senti orgulho de ter meu cantinho ?.
    Ela nem ia la em casa, pra ela ir meu marido tinha que correr atrás dela e implorar, dai ela ia mas tbm criticava tudo parece :s e eu engolia até pq todas as vezes que eu tenta a falar algo ele ficava super irritado pq pra ele a mãe dele era uma santa! Enfim… Passou, ele ia la direto e me levava junto nas comecei a perceber que ela me tratava mal, tentava fazer minha cabeça pra nós terminar e tudo! Dai comecei a evitar ir la, e ele ia e parece que voltava diferente, tava grosso, frio e meus sentimentos nunca valia nada pra ele e ai de mim se tocasse o nome da mãe dele! Ele gritava e me esculachava, pra ele a mãe dele sempre tem razão!
    Dai fomos vivendo desse jeito! Até que um dia chegou a sogrinha com aquele drama, chorando pq estava desconfiada que o boy dela tava chifrando ela, fez um escândalo daqueles só faltou soluçar dai foi até na polícia pra tirarem ele da casa dela! Ele saiu e ela começou a grudar na gente parecia n estar mais venenosa, até pq dependia de nos pra levarmos ela nos bailes :s , dai começou a ir na minha casa até quando meu marido n estava e eu comecei a me redimir-se até pq sempre fui trouxa do coração mole, enfim.. Comecei a achar q eu estava errada de sentir essa cisma e peguei carinho novamente.. Dai ela começou a fuçar no Facebook dele e inclusive me usava pra isso (pois ela mexe em tudo mas n sabe ler, e foi por isso a se aproximou de mim) dai falava p mim n falar pro Leandro! Ok, ficava na minha fazia oq ela queria até que um dia ela teve a capacidade de comprar um chip novo para mandar msg no celular dele e pediu pra mim escreve, obvio que falei que n era bom isso, ia dar confusão e ela teimou que n.. Dai falei blza e digitava oq ela pedia.. Ela fez eu me passar por uma amiga dela p contar que ela estava se envolvendo com outra pessoa ?. Ok ele perguntou quem era dai n mandei maus nada n pois n queria me meter em confusão! Dai na sexta fomos pro baile com ela e ele tava la dançando com uma mocinha e ela fingiu q n se importava e começou a dançar toda hora com meu marido. E adivinha? Fiquei escateada pois toda vez q chamava ele p dançar ele ia dançar com a mãe dele. Belezinha! Comecei dançar sozinha e foda-se tbmm. Dai no final do baile, estávamos indo embora e o padrasto do Leandro chamou ela p dançar, ela se fez por estar na nossa frente mas logo em seguida foi se esfregar nele. O meu marido ficou com tanta raiva que perdeu o controle e agrediu ele e ela começou a gritar com meu marido e defender o boy magia dela! Sem vergonha pakas! Acalmei meu marido, enfiei ele no carro e ela me disse: “é leva ele embora pq vou ficar” n falei nada pois já estava morrendo de vergonha do vexame que ocorreu! E ele começou chorar… Chegamos em casa e ele foi dormir e no outro amanheceu com febre e nem foi trabalhar… Cuidei dele, fiquei do lsmado dele, abracei e chorei com ele inclusive, senti imensa raiva! Ele ficou um mês sem falar com ela, dai chegou o dia das mães e mesmo depois disso tudo fui com ele p comprar um presente p ela tbm, pq apesar de ela ser assim reconheço q ela é mãe dele! Infelizmente… Fomos, ela recebeu nos sem graça! E inclusive qnd chegamos la ela estava no telefone falando com ele! Ele deu o presente, falou q amava ela e enfim.. Fomos pra casa da minha mãe levar o presente dela, almoçamos la e depois voltamos na casa da mãe dele e demos com a cara na porta! Sim, ela tinha saído com o macho! Mas isso n é nada o pior foi saber que ela disse pros primos do Leandro que nenhum filho lembrou dela, que ninguém foi dar dia das mães e blablabla (ficou se fazendo pois estava na frente do machucado) e os primos dele comentou por acaso e isso magoou ele e eu mais ainda pois n sou filha dela né? (graças a Deus). Taaa passou, ele ficou mas um tempo sem ir la, mas com o tempo foi baixando a poeira e ele correu atrás dela mesmo sabendo que esta com o padrasto dele! Eu n sou de me meter, mas confesso que me chateio e fico puta da cara. Dai agora ela começou de volta! Quando precisa de ajuda adivinha quem ela chama? Sim! O filho idiota dela! Fico de cara tipo pq ela n chama o gostosao dela agora? Dai meu marido vai corredo, deixa a mulher sozinha e some .. E n tenho o direito de reclamar p ele pois como ele diz: “é minha mãe” ok mas e eu? Oq eu sou afinal de contas? Alguem pode me ajudar com conselhos? Oq devo fazer? ?

  4. Josi says:

    Kkk Rosangela estou vivendo exatamente a sua situação. Amei sua história e estou a ponto de chutar mesmo o pau da barraca. Tudo o q acontece dentro da minha casa ele conta pra mamãe q por sua vez não segura a língua na boca e conta pro resto da familia dele. Aí eles decidem entre eles como as coisas serão resolvidas e comigo ele não conversa ha meses. Um inferno.

  5. Mulher que não aguenta mais says:

    Meu marido Rogério

    Obedece pai, mãe e principalmente a irmã.
    Tem medo de contrariar a irmã AKEMI. Ela grita e todos obedecem………

    Melhor ele voltar para eles. Todos pertencem a mesma laia de sangue ruim.

  6. rosangela says:

    eu vivi um relacionamento assim por 5anos minha vida foi um inferno meu marido era um leva e traz tudo que acontecia em casa tudo que nos comia para onde a gente ia passear tudo que eu falava da familia dele nas brigas meu relacionamento era um livro aberto ele parecia um cachorrinho da mae dele e nao era so da mae nao das irmas das sobrinhas dos vizinhos dos colegas de serviços ele colocou a familia inteira dele contra mim ate chegar num ponto que eu nao podia mais frequentar a casa da minha sogra as brigas eram constantes eu vivia triste sem fome sem sono nervosa com muitas dores de cabeça sem vontade de viver por que eu so queria viver em paz com ele esquecer a familia dele so por um momento mais nao deu ate que um dia eu chutei o pau da barraca mandei tudo pro inferno rasguei o verbo chinguei ele e a familia dele de tudo que e nome e disse pra ele eu te odeio nunca mais quero olhar pra tua cara nao quero te ver nao quero falar e nem- olhar pra tua cara nunca mais na minha vida seu covarde pau mandado homem sem iniciativa sem vontade propria sem coragem covarde falso bunda mole hoje estou muito feliz mil vezes mais leve tirei uma cruz das costas que era muito pesada

  7. Luna says:

    Pelo que notei acima o usuário “Homem”, argumenta exatamente da maneira dos homens incapazes de tomar suas próprias decisões.
    Até a Bílbia afirma que o homem “deixará o pai e a mãe e se apegará à sua esposa e juntos, se tornarão uma só carne”.
    Infelizmente, passei e ainda passo pelo problema, tenho um marido que ainda não conseguiu se desapegar dos pais. Eu jamais desejei que o meu marido deixasse de dialogar com a mãe dele, tratá-la bem, etc.. No entanto, ele não precisa contar tudo o que envolve a nossa vida conjugal aos pais. Houve uma época em que meus sogros queriam ver a conta de luz, do supermercardo, queriam “nos ensinar” a fazer compras, dar sermão sobre gastos, isso porque meu marido leva esse tipo de coisa à eles. Eu não tenho uma vida particular com meu marido, e ele ainda não compreendeu que ter uma vida privada com a esposa não é “desfazer” dos pais, ou deixar de amá-los.

  8. Homem says:

    Como pensam as mulheres…. fico assustado: o homem que “obedece a mãe” não é submisso, nunca foi e nunca será…. digo para os BEM SUCEDIDOS… pois, a mãe não trabalha por ele.. não conquista as coisas por ele… e não decide onde seu dinheiro vai entrar ou investir.. O HOMEM “obedece” sua mãe como forma de compaixão, de entendimento e carinho… e principalmente agradecendo sua dedicada criação/RESPEITO… (é o famoso, ” pode deixar mãe” , “é verdade mãe” … mas faz sempre a coisa com bom senso e a mais adequada pra situação… ) a mãe, por outro lado, que foi responsável por sua criação por anos.. senti-se segura, pois sua opinião foi considerada… imagina como seria se a opinião de uma mãe que antes norteava a vida de um filho, de uma hora para a outra, não vale mais nada…!!!!! e, mulheres, quase todas vcs serão mães…. refletir e bom senso as mulheres que serão mães… o caminho não é competir com a sogra, sim provar que vc é uma grande companheira para o filho dela..

  9. juliana morais says:

    uma hora ele se cansa de obedecer a mamãezinha!!!! eu sei como é isso, experiência própria, converse com ele, se ele te ama vai mudar

Deixe um comentário