Namorar com um homem pobre dá certo?




Relacionamentos entre pessoas de diferentes classes sociais são poéticos. Quantos filmes você não conhece da pobre menina que se apaixona por um milionário ou uma rica garota que é apaixonada por um homem sem posses? A temática já rendeu bons roteiros de filmes, ideias para livros e base para novelas. Na vida real, contudo, não é tão fácil quanto se imagina. 

A sociedade anda bem mais tolerante quando o assunto é namoro entre pobres e ricos. Hoje não temos mais exclusão social do casal diferenciado, ou ódio aos envolvidos. Mas ainda não é fácil ver com bons olhos uma relação entre uma pessoa de posses medianas e uma pessoa rica. Os comentários  sempre vem a tona que a relação pode estar baseada apenas em interesse, principalmente se uma das partes não trabalha.

Namorar com um homem pobre dá certo?

Namorar com um homem pobre dá certo?

Se os dois se gostam, por que não?

Se o casal se curte, por que não manter um relacionamento? Parece coisa de novela em que o amor supera tudo, mas por que não? Existem muitos casais que viveram muito bem apesar da grande diferença na conta bancária. O amor pode não superar tudo, mas ele ajuda a separar diversas diferenças, inclusive as financeiras. Elas podem ser revertidas com o tempo ou não, e o casal pode viver feliz do mesmo jeito.

Relações com grandes diferenças financeiras pode sim dar certo, desde que a parte que tem menos dinheiro não se sinta constrangida em ter as contas pagas por outra pessoa. Ou, no melhor dos acordos, ambos concordam em viver em um meio termo: nem em mundo de luxo e nem em mundo de pobreza extrema. 

Namoro por interesse?

O mais importante é a pessoa que é mais abastada financeiramente ter certeza que está fazendo a coisa certa, envolvendo-se com alguém pobre. Não dá para ignorar que os relacionamentos podem acontecer por interesse, e ser vítria na intimidade de uma pessoa interesseira é uma marca que fica por anos e pode prejudicar os futuros relacionamentos. Não custa nada dar uma olhadinha no histórico de vida do outro e saber se ele está envolvido por interesse ou por sentimento mesmo.

 

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!
Revenda Roupas

Um comentário

Deixe um comentário