Os segredos para se dar bem no amor




As pessoas adoram falar que o amor é complicado e amar ainda mais. Ledo engano. O amor é simples e descomplicado. As pessoas é que são complexas e com suas complicações. Para se dar bem no amor não é preciso nenhum milagre, basta um pouco de esforço e comprometimento de ambas as partes, principalmente quando os membros do relacionamento tem personalidades bem diferentes.

Diálogo, verdade e jogo aberto – A porta da conversação deve estar sempre aberta com sinceridade e transparência. A mentira, por mais inocente que possa parecer, um dia será descoberta e se for sabida pela boca de outra pessoa, aí que a situação se complica.

Quando se estiver com alguém, foi uma escolha de ambos. Por isso deve haver uma cumplicidade, decisões compartilhadas. São duas pessoas decidindo desde o que irão jantar até o que irão fazer no fim de semana. Errou? Conserta e conversa. O diálogo é a melhor ferramenta para resolver briguinhas sem motivo e para esclarecer o que está mal resolvido.
 
Aceitar os defeitos como as qualidades – Por mais que se possa endeusar quem esteja ao nosso lado, assim como somos imperfeitos o outro também é. É preciso aprender a conviver com os defeitos do outro, buscando entender e ser compreensivo é essencial, pois a sua metade também terá que tolerar alguns defeitos seus.

Aceitar os defeitos não é se conformar com atitudes erradas têm coisas que devem ser esclarecidas e conversadas, pois se aquele defeito gera conseqüência tão nociva para a relação, deve ser mostrado. Às vezes as pessoas erram sem saber, aquele comportamento é tão comum e natural que faz normalmente.
 
Ciúmes, o maior dos venenos! – Este sentimento é capaz de envenenar qualquer relação que permita a sua entrada. Os ciúmes geram desconfianças, dúvidas, medo de traição, de perda, tudo o que é prejudicial a uma relação saudável e amorosa.

Por mais que se tenham experiências vividas no passado, não se pode transferi-las para a relação atua. Por maior que tenha sido o sofrimento, a traição, as mentiras, deixar-se envenenar por mágoas antigas pode gerar a perda de uma pessoa legal e da nova oportunidade em ser feliz novamente.
 
Comparações com relações passadas jamais!!! – Evite qualquer tipo de comentário sobre comparações do relacionamento passado com o atual. Ninguém gosta de ouvir, mesmo se tratando de um elogio. Na primeira briga o risco de comparar para o lado negativo é grande. Cortar esse hábito é o melhor a se fazer.
 
Coloque-se no lugar do outro – Quando isso acontece, a relação tende a ser equilibrada e saudável. Quando pensamos no outro, colocando-se no lugar dele diante de nossas atitudes, refletimos sobre as ações do passado, presente e futuro. Tudo o que se faz gera consequência. Quando são atitudes boas, logo, serão boas também, assim como o contrário.
 
Amar é dividir por dois – Amar alguém é aprender a dividir tudo por dois. Não falando em contas, mas em atitudes, responsabilidades, carinho, atenção, problemas e alegrias. Quando não se estiver pronto para fazer essa conta é porque ainda não está preparado para amar de verdade e encarar uma relação.

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!
Revenda Roupas

Um comentário

  1. Tô preparada, mas…
    Cadê ele?*.*

Deixe um comentário