Pagar uma divida e ficar liso ou deixar para depois?




Quem nunca desejou ganhar três vezes mais para deixar todas as contas no azul de novo? Eventualmente as contas são mais valiosas que nossos salários e acaba-se por ter que escolher: pagar tudo e apertar um pouco ou não pagar nada e deixar as contas correrem e pagar quando puder?

Se seu salário é certo, por que não pagar tudo ou quase tudo?

Dá mesmo um desespero pensar em passar os próximos 30 dias sem dinheiro no bolso e com a vida limitada a usar o vale alimentação. Mas pense no alívio de contas pagas, sem ligações de cobranças e sem qualquer interferência em lojas por conta do nome restrito no cadastro de devedor ao crédito. Bancários por exemplo não podem ter seu nome no cadastro e podem sofrer problemas em seus empregos. O alívio de pagar tudo compensa alguns dias de aperto.

Se você irá passar necessidades, melhor esperar por um acordo

Se você vai ficar sem dinheiro para comer e sua casa pode ficar um caus, melhor adiar um pouco as contas e sem se desesperar por isso. Pague apenas as mais importantes como água e luz e segure um pouco as contas para aguardar uma proposta. As vezes bancos e lojas que aceitaram seu crediário entram em acordo e abrem mão de altos valores pensando em quitar a divida, eliminando uma boa quantidade de juros de seu cartão de crédito e dividias que se tornaram quase impagáveis e você ainda anda gastando mensalmente com isso. 

Mas não continue pagando mínimo do cartão de crédito. Isso vai apenas aumentar seus juros e tornar suas contas impagáveis. Se for para aguardar um acordo, cesse os pagamentos e espere as propostas. Elas podem demorar um pouco. Enquanto isso deixe um valor guardado em sua conta para tentar pagar a proposta a vista e deixar suas contas em dia o quão logo for possível.

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!

Revenda Roupas

Deixe um comentário