Separação: deixar para lá ou brigar pelo que é seu?




Quando o casamento acaba, muitas pessoas apenas querem se livrar de tanto sofrimento, e por isso partem para deixar tudo de lado que lhe magoou ou lembra o outro. Para alguns são apenas bens materiais, mas para outros é uma vitória levar tudo o que o outro tinha. Antes de pensar dar um presente desses, melhor repensar a sua decisão, pois se você tem direitos, deve brigar pelo que é seu.

fim de casamento

Levar ou deixar tudo?

Alguns critérios devem ser avaliados antes de tomar esta decisão. Um deles é se há um interesse grande do outro em seus bens. Neste caso, você quer dar de mãos beijadas valores a alguém que quer apenas as coisas e não a relação? Quem se importa muito com o que há na casa e pouco com quem vivia nele, deve ao menos merecer uma lição que nada se ganha neste mundo, não acha? Por isso vale a pena pensar em levar ao menos o que é seu por direito.

Você tem direito aos bens?

Mas antes de sair levando tudo assim que o casamento acaba, o outro pode ter direitos. O que era seu antes continua sendo seu, mesmo sendo um casamento em comunhão de bens. Se o apartamento ou casa são seus, não há o que dividir se foram comprados antes do casamento. Se for uma relação com comunhão de bens, ele tem direito a 50% de tudo o que está na sua casa. Se for uma relação sem comunhão, cada um fica com o que pagou.

Deixar para trás tudo o que foi comprado é uma decisão importante, que é preciso ser pensada fora do calor da emoção. Por isso é importante deixar alguns dias ou semanas passarem, para assim você ter uma decisão de cabeça fria e saber o que está fazendo de fato. Pense que terá que comprar tudo de novo para começar uma nova vida, e objetos não guardam sentimentos ou brigas. Eles apenas estavam no local quando os maus eventos aconteceram.

 

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!

Revenda Roupas

Deixe um comentário