As bobagens mais comuns que todo mundo faz com dinheiro antes dos 30




Quem nunca gastou sem tentar pensar muito no dia seguinte que atire a sua primeira pedra. É até gostoso comprar e vivemos em um sistema propício para isso, o capitalismo. É tão comum não pensar no dia seguinte que muita gente já fez muita burrada, em especial antes dos 30, quando os limites e pensamentos no futuro parecem muito distantes e desnecessários. E as burradas são tão comuns que até adivinhamos quais são. Confira as mais conhecidas:

burrices com dinheiro

Torrar o cartão de crédito e pensar no depois apenas depois

Todo mundo já teve uma vontade louca de gastar todo o limite do cartão e se divertir uma vez na vida. O grande problema de fazer isso é o pagar depois. O cenário de ‘torrar tudo’ é mais comum em homens e mulheres antes dos 30 anos, quando eles pensam que tudo pode ser consertado depois. Realmente pode. Mas dependendo do gasto, pode demorar bastante.

Investir tudo em uma grande ideia

Quando se tem menos de 30 anos, qualquer pequena coisa se torna uma grande coisa e não se pensa duas vezes antes de investir em tudo, e é assim que empresários jovens ganham diversas dívidas e acabam falidos antes mesmo dos 25 anos. Os riscos são maiores e poucos jovens tem a paciência de esperar por uma riqueza de forma proporcional, de acordo com seu trabalho. O sonho de trabalhar pouco e ganhar muito também é bem forte antes dos 30, por isso o fracasso é mais comum.

Achar que tem direito à uma balada

Antes dos 30, homens e mulheres não medem esforços para gastar com uma boa diversão, por isso costumam comprometer seu orçamento completo com dívidas de festinhas. Trabalham? Merecem se divertir! O grande problema é quanto isso custa a seu orçamento.

Investir em roupas de marca sem poder

Os homens de 40 anos não são burros porque gastam menos com marcas e mais com qualidade, apenas sabem o valor do dinheiro. Os mais novos preferem estilo e visual, e não

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!

Revenda Roupas

Deixe um comentário