O preconceito com os portadores da AIDS




Na década de 80 a AIDS (síndrome de imonu deficiência) a doença ainda era um mistério. Médicos lutavam para descobrir porque homens e mulheres ficavam doentes e nada combatia o vírus misterioso. O HIV ganhou um nome ainda nos anos 80, mas com o rótulo de ser uma doença apenas em gays. Mas mesmo hoje em dia, com diversos panfletos, sites e informação online, as pessoas ainda veem os portadores do vírus HIV com maus olhos. Por que?

soropositivo

O que são pessoas com HIV?

Pessoas com HIV ou soropositivo são as pessoas portadoras da AIDS, uma doença sexualmente transmissível ou herdada de mãe para filho, ainda sem cura mas com projetos bem interessantes para matar o vírus de forma eficiente. O grande problema da doença é que ela é transmissível por secreção no ato sexual, podendo

Não há porque ter preconceito

Muita gente olha torto quando sabe que alguém é soropositivo. O maior medo das pessoas é ser infectado com a doença ou pensar em como ela contagiou. Se é uma criança, foi azar. Mas se foi um adulto, é por ser leviano ou ter uma vida ‘devassa’. E não é bem assim.

A AIDS é uma doença como qualquer outra que você poderia contrair na intimidade, mas também contraindo de pai e mãe e com transfusão de sangue de soro infectado. Com transfusão é mais difícil de acontecer na atualidade, mas quando as pessoas não sabiam do problema, era muito comum injetar-se sangue infectado. Quem contraiu a doença na década de 80 e era criança hoje é um adulto. Logo, sempre há uma história sobre como a Aids foi parar na vida de algumas pessoas.

A doença não é transmitida por toque, por beijo e até mesmo usando a camisinha pode-se evitar o contágio. Obviamente que alguns cuidados devem ser tomados, como acompanhar uma gravidez por um médico especialista para evitar que a criança não nasça doente e usar preservativo sempre. No mais, não há o que temer.

Com a liberdade sexual, é cada vez mais comum pessoas com múltiplos parceiros. Logo, todos correm riscos de contrair a doença. Não há porque temer estar do lado de um soropositivo, pois ele não oferece algum mal. Muito pelo contrário: ele precisa de companhia. Até o momento a doença não tem cura e os coquetéis de controle causam efeitos colaterais dolorosos. Apoio de amigos e familiares é fundamental. 

Dica: Grupo de ajuda aos portadores de HIV – http://www.giv.org.br/. Acesse, entenda mais sobre a doença e ajudem os portadores da doença a enfrentar o preconceito.

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!

Revenda Roupas

Deixe um comentário