Como estimular seu filho a estudar mais

Desmotivação nos estudos em crianças e adolescentes é um dos problemas mais enfrentados pelos pais. Os sinais são claros: a criança cria necessidades como brincar com uma amiga ou ficar ao lado dos pais para evitar a tarefa de casa, não quer ir na escola ou às vezes inventa doenças e dores de cabeça para fugir dos livros. Não é necessário tanta preocupação quanto algumas revistas mostram. É comum nos mais novos não ter tanto apreço pelos estudos, mas os pais podem contornar a situação como maestria.

Dicas para estimular seu filho a estudar mais

Crie o hábito do estudo – seu filho desde criança precisa ter um tempo pré programado em sua agenda para os estudos. Pode ser apenas uma hora, mas é preciso aumentar o tempo a medida que o período escolar se torna mais complicado. Uma criança com bons hábitos possivelmente enfrenta melhor o ensino médio e a alta carga de atividades escolares quando começam desde cedo a entender as suas responsabilidades e já estão acostumados com a rotina de estudos.

Torne o estudo algo prazeroso – funciona muito bem com crianças pequenas, até os cinco anos. Ao ajudar nas tarefas escolares, fale com doçura, pergunte o que ele aprendeu sobre o assunto em sala de aula e faça brincadeiras com o aprendizado como jogos com cores, com brincadeiras com os nomes dos animais. Tornar o aprendizado uma atividade prazerosa é muito mais fácil de dar prazer à criança que uma atividade chata.

Pergunte sobre os assuntos aprendidos na escola – os adolescentes em especial gostam de mostrar que sabem alguma coisa. Pergunte sobre assuntos que você possa se interessar, como história do Brasil em uma conversa trivial. Isso estimula o adolescente e crianças também a aprenderem mais, querer aprender.

Cite exemplos de pessoas que não estudaram e se deram mal na vida – claro que sempre haverá quem ganhou dinheiro fácil ou que ganham muito dinheiro de forma ilegal. Mas estimular com exemplos de estudiosos pessoas bem estudiosas que venceram na vida ou pessoas que se deram mal porque não conseguem focar nos estudos também é muito bem indicado. 

Evite castigo e punição para estudar – a criança começa a associar os estudos a algo ruim. Uma conversa sobre fazer as atividades escolares são importantes para um futuro promissor é muito mais produtiva que punir por não ter estudado. Mas as vezes punição como não assistir televisão, não brincar e não ir ao cinema porque não fez as atividades ou tirar nota baixa é necessário. Se uma conversa não surtir efeito, partir para uma segunda opção punitiva é o indicado.

Estimule os estudos com jogos educativos – jogos que respondam questões para adolescentes, união de cores para crianças e unir nome com animais são jogos fáceis de achar e as crianças adoram. Os pais podem tornar jogos de adivinhação e conhecimentos gerais uma atividade em família. Com o tempo o jogador vai perceber que poderia saber um pouco mais e estudando e lendo é uma boa pedida. Até mesmo filmes com temas históricos visto em família ajudam a deixar os estudos mais interessantes.

Deixe um comentário