Educar meu filho na igreja ou deixar que ele decida futuramente?




Hoje em dia vivemos um momento espiritual chamado “liberdade religiosa”. Educar os filhos na igreja ou mesmo casar com algum vínculo religioso não é mais obrigatório por lei e é cada vez mais aceito pessoas sem religião. Contudo, a maior parte dos mais mantém o tradicionalismo e acabam por deixar seus filhos ainda na igreja, batizando ou seguindo as tradições de sua família. É correto ou é desnecessário?

educação religiosa

Religião é tradição

A carga espiritual sempre está presente em uma religião, mas os ensinamentos de pai para filho também. A tradição conta mais no ambiente familiar que qualquer outra coisa, por isso os pais costumam criar seus filhos tal qual foram criados. Isso se chama tradição familiar. É comum aos pais transmitir todo o conhecimento lhe passado, e isso inclui suas crenças, formas de pensar e seu costume de ir a uma igreja. 

O filho deve ter o direito de escolher sua religião ou ausência dela

Se você tivesse nascido há 100 anos no Brasil deveria, amparado pela Constituição Brasileira, ser Católico Apostólico Romano. Se você nascer na Índia hoje, deve ser induísta e será batizado com todas as regras da igreja.  Hoje no Brasil, contudo, é permitido a liberdade religiosa e cada um pode seguir a crença que quiser. Mas que com as crianças?

Enquanto elas não podem escolher a sua religião de fato, os pais tendem a transmitir seus conhecimentos sobre céu, terra e inferno. Mas, quando a criança já puder escolher, é importante que ela entenda e tenha conhecimento das outras formas de pensamento no mundo. A isso chamamos liberdade de escolha. Pais podem sim transmitir o que sabem sobre o mundo e seu paraíso pós mortes, assim como fazem sobre família, emprego, sexo e cuidar de filhos. 

Mas, para seu filho não crescer com raiva caso mude de ideia no futuro, pense em deixar espaço para ele ter seus próprios pensamentos. Ele pode ler, conhecer ou você pode explicar sobre outras formas de pensamento religioso. Pais e filhos ganham mais intelectualidade também lendo sobre outras formas de pensar sobre o Divino. 

 

 

 

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!
Revenda Roupas

Deixe um comentário