Por que adotar uma criança?




Para os casais que não podem conceber filhos naturais, uma excelente opção é a adoção. Esta consiste em criar um filho que outra pessoa gerou mas juridicamente e no coração passa a ser seu. A adoção pode acontecer com crianças ou adolescentes, desde que se tome as medidas cabíveis perante o Juizado da Infância e da Juventude, pois a posse de um filho que não seja seu por direito é crime com direito a prisão e devolução da criança para o Estado.

adotar um filho

Por que adotar uma criança? 

Adotar uma criança é um ato nobre. Crianças são abandonadas todos os dias e crescem em lares coletivos, as vezes em condições nada agradáveis porque é preciso dividir espaço com outras crianças violentas e que estão ali por motivos diversos.  Algumas crescem com grandes traumas relacionados a rejeição, pois sabem que seus pais verdadeiros não as quiseram e não possuem maturidade para entender tal situação. 

Após os 18 anos, as crianças já não mais podem viver em seus lares provisórios(orfanatos) e por isso devem ir para o mundo. E muitos estão despreparadas e com medo, pois cresceram sem parentes para lhe dar suporte.

Adotar uma criança também é uma forma de realizar o sonho de ser pai ou mãe. A família não precisa conceber um filho para chamar de seu, apenas criar e amar. É ainda uma vantagem porque você vai estar ajudando a sua família dando um novo membro e ao pequeno também, dando-lhe uma família.

adotar uma criança

Como adotar uma criança que você não conheça

O processo de adotar uma criança envolve algumas etapas, tanto para casais como para solteiros. O primeiro deles é entrar com os documentos devidos no Juizado da Infância e da Juventude, local em que o casal deve fazer um Cadastro de Pretendentes para Adoção.  Em seu cadastro você pode escolher alguns detalhes como sexo, cor da pele e idade preferida.

Haverá um processo envolvendo entrevistas, avaliação das condições psicológicas e financeiras dos pais para só então o filho ser entregue aos pais. Nos primeiros meses pode haver visitas constantes de um assistente social para saber como está sendo a adaptação da criança ao casal ou pai e mãe solteiro. 

Há uma fila de adoção em cada Estado e você deve entrar nela após ser considero apto a adotar uma criança. O processo é um pouco demorado, podendo envolver meses.

Como adotar uma criança que você já escolheu

Se você foi até um orfanato e tem interesse em uma criança em específico, pode procurar o  Juizado da Infância e da Juventude para preencher os documentos e solicitar que esta criança seja sua. Medidas legais devem ser tomadas mas no geral não há impedimento. Adotar uma criança mais velha é chamado de ‘adoção tardia’.

 

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!
Revenda Roupas

Deixe um comentário