Comportamentos que podem comprometer sua promoção no emprego

Alguns comportamentos no ambiente de trabalho podem atrapalhar não somente uma possível promoção, masa própria estabilidade na função que desempenha. A empresa sempre exige o melhor do funcionário, cobrando resultados, posturas e cumprimentos de metas. Cabe a cada um se empenhar para que se destaque em suas atividades e não o contrário.

Talvez você se ache um bom funcionário, mas será que é mesmo? Será que faz por merecer a tão sonhada promoção? Veja se faz tudo certo ou não faz a lista de comportamentos considerados malignos para a sua promoção que listamos a seguir.





Reclamar de tudo que acontece na empresa – é mais comum do que se pensa. Toda empresa tem aquele cara que fala mal de tudo, desde o cafezinho até o salário que acha pequeno. Cuidado, pois todos estão ouvindo e por mais que se fale em tom de brincadeira e alguns até riem, o ambiente é de trabalho. E se uma pessoa reclama muito, está dando a impressão de não gostar do trabalho. Logo, promoção nunca.

Fazer o básico não é mérito  = 
Muitos se reclamam porque não são promovidos, nem elogios recebem por realizar suas tarefas. Contudo, chegar na hora, não faltar reuniões, executar suas atividades não é mérito, é obrigação. Um salário é pago a você para isso. Quem quer receber a mais do que ganha, algum extra ou ser promovido, tem que fazer a mais, produzir além, sair da mesmice e inovar. Subir de cargo na empresa depende exclusivamente do esforço de cada um e saber aproveitar as oportunidades quando elas surgem, seja apenas fazer uma hora extra sem cobrar no contra cheque ou até aquele treinamento que mesmo sem ser obrigatório o funcionário fez.

Fofocas e mentiras mão levar a lugar nenhum – 
Conversinhas sem fundamentos, falar da vida pessoal do chefe ou de quem quer que seja mesmo sem saber se é verdade ou não, o importante é falar e espalhar a fofoca, que sempre começa com aquele ‘nem te conto’. Tudo isso não só prejudica uma promoção, como mancha a imagem de profissional e afastam os colegas de trabalho, pensando qual deles será a próxima vítima da língua afiada. Esse assunto é sério. Dependendo da fofoca, pode desestabilizar a equipe, mudando até o relacionamento interpessoal entre os funcionários, afetando na produção e humor dos mesmos. Algumas empresas consideram motivo para justa causa, então cuidado.

Levar assuntos pessoais para o trabalho – 
Ninguém consegue separar totalmente a vida pessoal da profissional e vice e versa, principalmente quando existem problemas. Seja um filho doente, problemas no casamento, dentre tantos os quais todos estão sujeitos a passar. Mas a constância destes problemas invadindo o ambiente profissional, com ligações excessivas, comentar constantemente com colegas deixa o trabalho em segundo plano. Por mais que o chefe seja compreensivo, uma hora ninguém mais vai aguentar, então saber guardar as coisas para si mesmo é fundamental. Primeiro as obrigações, depois os problemas pessoais, pois sem o emprego as coisas ficam ainda pior.

Acessar redes sociais durante o expediente – Esta é u
ma grande preocupação das empresas. Da mesma forma que internet ajuda, também atrapalha, tirando a atenção dos funcionários. Facebook, skypee twitter são consideradas ferramentas distrativas e nenhum funcionário será cotado para promoção após perder tanto tempo a olhos vistos com o whatsapp.

Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!
Revenda Roupas

Deixe um comentário